Foto: Fatayer

A origem da esfiha é atribuída à Síria e ao Líbano. Primeiramente o Iraque, que passou a cultivar trigo, cevada, pistache, nozes, romãs e figos e criaram o pão chato e redondo. Depois no Líbano surgiu o hábito de cobrir o pão com carne e cebola: nascia assim a esfiha aberta.

Posteriormente, já no mundo ocidental, eles passaram a fechar a esfiha, e assim viemos a ter a esfiha fechada. Porém, cabe lembrar que na culinária árabe existe o Fatayer, que para nós brasileiros é igual à nossa esfiha fechada, porém a massa é diferente.

Em nosso estabelecimento você encontra os dois tipos de esfiha, aberta ou fechada.